Responsabilidade corporativa

Emissões

Reestruturar e reduzir

A ArcelorMittal Brasil procura reduzir suas emissões de CO2 analisando e reestruturando processos industriais, podendo ou não gerar créditos de carbono.

Os programas de Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL), contudo, estão contemplados na Política de Gestão Ambiental. Esses programas estão alinhados com as recomendações do Protocolo de Kyoto e se relacionam com a redução da emissão de gases poluentes, conhecidos como Gases de Efeito Estufa.

Os projetos que visam a reduzir as emissões de CO2 são:

  • Cogeração de energia elétrica pelo processo Heat Recovery
  • Cogeração de energia elétrica pela recuperação de gases de aciaria
  • Transporte de bobinas por barcaças oceânicas
  • Redução das Emissões de Metano nas Unidades de Produção de Carvão
  • Injeção de Finos de Carvão Vegetal no Alto Forno
  • Uso de Gás de Alto Forno no Forno de Reaquecimento de Tarugo
  • Uso de biomassa renovável em altos-fornos a carvão vegetal
  • Programa Produtor Florestal

Biodiversidade Todas as unidades realizam controle e monitoramento das emissões atmosféricas de fontes fixas por medições periódicas feitas por empresas especializadas. Além disso, são avaliados os níveis de poeira (partículas totais em suspensão), óxido de nitrogênio e óxido de enxofre, a fim de garantir a qualidade do ar.

As unidades da ArcelorMittal Brasil monitoram, ainda, as emissões de CFC (cloro-fluorcarbono), tido como uma das principais ameaças à camada de ozônio. Na ArcelorMittal Tubarão já aproveita mais de 80% dos gases gerados em seus processos industriais, não emite gases CH4 N2O, HCFs, PCFs e SF6 e eliminou, desde 1999, todas as fontes de emissão de CFC-11. Além disso, também não há emissões de CFC-11 na ArcelorMittal Aços Longos e na ArcelorMittal Vega. A Empresa possui vários projetos e iniciativas de redução de emissões de gases de efeito estufa. As empresas do grupo participam, por exemplo, do Projeto ULCOS (Ultra Low CO2 Steelmaking) – pesquisa conduzida pelo World Steel Association (WSA) para desenvolvimento de novas tecnologias para produção de aço com baixa emissão de GEE.

Sem inovação, não existiriam grandes cidades

  • Sem inovação, não existiriam grandes cidades

    Nosso aço contribui com a evolução da sociedade, por meio de investimentos em tecnologias e oportunidades para a construção de um amanhã ainda melhor.
    Transformação projetos em realidade.

    Isso é ArcelorMittal