Recursos Humanos

Gestão de Mudanças

José Antônio Gimenez
Gerente Geral de Administração e Benefícios

José Antônio Gimenez - Gestão de Mudanças

Seja de forma premeditada ou inesperada, a mudança é inerente à evolução não apenas das pessoas, mas também das empresas. Na ArcelorMittal não poderia ser diferente, principalmente diante de um mercado cada vez mais exigente e dinâmico. Não é por acaso que, entre as oito competências que a empresa espera que seus empregados desenvolvam esta, justamente, a Gestão de Mudanças. O Gerente Geral de Administração e Benefícios, José Antônio Gimenez, fala sobre a competência.

Não há dúvida que a mudança faz parte de um processo contínuo de melhoria, seja ela pessoal, profissional ou até mesmo de processos e métodos diários. A primeira coisa que se espera de um profissional diante das transformações é que ele seja capaz de entender a real necessidade e importância da mudança e que consiga se adaptar a ela. Isso é básico, assim como sugerir formas de fazer com que as mudanças funcionem. Ter essa consciência é o primeiro passo para desenvolver outras habilidades até que cada um de nós possamos nos tornar, efetivamente, agentes dessa evolução e não apenas alvos dela. Que sejamos proativos e tenhamos uma atitude positiva frente ao novo.

É claro que, a princípio, qualquer ruptura com a situação atual pode causar tensão, desconforto e resistência. E é inclusive natural que isso aconteça entre as pessoas que não foram devidamente informadas e preparadas para lidar com aquela situação, por desconhecer seus propósitos, implicações e repercussões. Portanto, é fundamental que todos conheçam o verdadeiro objetivo das mudanças e entendam suas razões, benefícios, desafios e oportunidades. É papel da liderança sensibilizar os empregados para que isso ocorra já que, quanto mais esclarecimentos tiverem, mais rapidamente poderão caminhar rumo ao engajamento.

O receio do desconhecido também pode ser outro fator de paralisação de alguns, mas o que a empresa espera é que isso seja, na verdade, fonte de uma tensão construtiva constante, uma inquietação que estimule questionamentos. Onde é possível melhorar? Qual será o próximo passo? O que pode ser feito de diferente? Enfim, é preciso alimentar o desejo de querer sempre cada vez mais e melhor e, para alcançar esse objetivo, certamente serão necessárias diversas transformações.

É por meio dessa maturidade que o profissional passa a antecipar as mudanças antes mesmo que elas se mostrem claramente necessárias, tornando-se, ele mesmo, o estopim daquele processo. Isso depende também de uma sensibilidade para fazer uma leitura do ambiente e entender quais são as atitudes que aquele cenário exige, quais providências devem ser tomadas, as transformações que precisam ser feitas.

Estamos dentro de uma empresa que tem, na sua própria história, marcos importantes de mudanças como fusões, aquisições e outros acontecimentos que deixam clara a necessidade de contar com profissionais que saibam se adaptar e que estejam preparados para qualquer cenário. Por estar no DNA da empresa, a Gestão de Mudanças integra as oito competências e é estimulada por meio de treinamentos, das lideranças e do próprio ambiente de trabalho.

Para ampliar os conhecimentos nessa competência, Gimenez sugere a leitura do livro A disciplina e a arte da gestão de mudanças nas organizações, de Pedro Mandelli.

Voltar

Oferecer as melhores soluções em aço é algo que levamos a sério

  • Oferecer as melhores soluções em aço é algo que levamos a sério

    A imagem do aço quanto à sua resistência e durabilidade já é conhecida, mas isso não é tudo. A ArcelorMittal oferece soluções modernas em aços planos e longos de alta resistência que possibilitam a redução de peso dos veículos, melhor desempenho na aplicação e menor custo total, melhorando a eficiência energética e diminuindo as emissões de gases poluentes, além de proporcionarem maior resistência contra impactos.

    Isso é ArcelorMittal