Opções
  • Imprimir

    Imprimir
  • Favoritar

    Favoritar
  • Compartilhar

    Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

ArcelorMittal e FIEMG firmam convênio

Publicado em 5/7/2019

A ArcelorMittal, a Federação das Indústrias do Estado de Minas (FIEMG) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Minas) assinaram convênio hoje (segunda-feira) para a criação do Centro de Inovação da ArcelorMittal para a Indústria (CIAMI), no bairro Horto, em Belo Horizonte. A solenidade, realizada na sede da FIEMG, contou com as presenças de Jefferson De Paula (CEO ArcelorMittal Aços Longos LATAM), Flávio Roscoe (presidente da FIEMG), Cláudio Marcassa (diretor regional do SENAI), Paula Harraca (Diretora de Pessoas, Investimento Social, Comunicação e Inovação Aços Longos LATAM) e outros profissionais das instituições envolvidos no projeto.

A iniciativa é uma parceria da maior empresa de aço do Brasil e do Mundo com o Centro de Inovação e Tecnologia do SENAI (CIT SENAI) e prevê o desenvolvimento de projetos de pesquisa e inovação, a aceleração de ações estratégicas para a empresa, o acesso a equipamentos de última geração e o intercâmbio com profissionais qualificados, além de oportunidades de capacitação técnica. 

“A criação do CIAMI é mais um passo importante em nossa estratégia alinhada às transformações da indústria 4.0. Além do Açolab, lançado no ano passado, Minas Gerais ganha mais um centro de excelência para estimular ideias inovadoras no setor industrial e na cadeia do aço em especial”, aponta Jefferson De Paula.

O CIAMI vai permitir maior agilidade para o desenvolvimento de pesquisas e de produtos da indústria e interface mais próxima com o Açolab (ambiente colaborativo da ArcelorMittal, em Nova Lima, que  incentiva soluções inovadoras e startups para avanço de projetos em conjunto).  Uma vantagem será a posição geográfica do centro de inovação bem próximo das plantas industriais da ArcelorMittal de João Monlevade e Sabará. 

A partir de agora, serão traçados o escopo técnico e o cronograma para cada projeto. A intenção é trabalhar em iniciativas que busquem resultados a médio prazo. Exemplo disso são seis projetos prioritários já previstos, voltados especialmente para o setor automotivo, que será desenvolvido com a ArcelorMittal Aços Longos, em conjunto com as plantas de João Monlevade e Sabará. São ações que visam uma melhoria da qualidade do produto para estabilidade e acabamento superficial do aço. 

Cátedra da USP - O acordo firmado com a FIEMG e o SENAI será parecido com o que a ArcelorMittal realizou com a Cátedra da USP no mês de janeiro, em São Paulo. A parceria com a instituição acadêmica paulista visa aumentar a industrialização e produtividade do setor, através da inovação e sustentabilidade em toda a cadeia do segmento de construção, promovendo reflexões, pesquisas, atividades, formação de profissionais e a atração de novos talentos para o mercado da construção civil.